Clarice Maia Scotti

minhas notas sobre o social media brasil

(ok, não sou muito criativa para títulos de posts)

então que eu fui ao encontro de social media que rolou este fim de semana em são paulo. vou tentar deixar notas breves em vez daqueles relatos gigantescos.

• foi fraco, bem aquém da minha expectativa (que já nem era tããão alta). entendo que falhas acontecem, mas não entregar uma versão impressa da programação (e ainda tirar ela do site logo depois do evento!) e montar um coffee break pra 650 pessoas num lugar do tamanho da obra são algumas falhas básicas de organização. perdoáveis se o conteúdo oferecido fosse sensacional, mas nem por isso não vou citar, certo?

• acho que faltou definir qual seria o público pretendido do evento. para aqueles que ouviram falar em mídias sociais e querem conhecer melhor essa novidade, pode ter sido até bem bom. mas pra quem já conhece ou trabalha com ou simplesmente é hard user (o que eu acredito ser a maioria do público, vide a quantidade de arrobas) foi um festival de redundâncias. ok, a palestra do edney foi uma boa introdução e levou o tempo certo, mas eu esperava um aprofundamento maior a partir dali...

• em vez de sete caras duma vez no palco cada um mostrando as funcionalidades de sua rede social (ensinar o que são updates de amigos me deu vergonha alheia!), com um tempo mínimo pra falar algo mais aproveitável, podiam ter pensado em stands (talvez até "virtuais", em forma de tótens) para esse fim. quem não conhece conheceria muito melhor e quem já conhece não perdia seu tempo.

• faltou adequar a forma ao conteúdo. estamos falando de mídias sociais, interação frenética, relevância, utilidade, colaboração e pelo menos no primeiro dia, nada disso foi aplicado ao próprio evento. achei o formato engessado e careta (talvez eu tenha ficado mal acostumada por causa do cafofo do luli no interact). no segundo dia houve uma tentativa, que se fosse um case seria #fail total: o palestrante chama ao palco os twitteiros que falaram mal e em vez de dar a eles a palavra, pedir a opinião e a sugestão deles, joga uma perguntinha sem-vergonha sobre o que eles fariam em mídia social para a telefônica hoje, como quem diz "já que você critica tanto vem aqui e faz melhor". e eu me pergunto: alguma ação criada assim no susto, sem briefing, sem dados, sem tempo, para um produto problemático e sob 650 olhares críticos teria a mínima chance de ser boa? se fosse um feedback de um consumidor sobre uma ação, chamar ele a público para ridicularizá-lo iria contra tudo que estava sendo dito sobre trasparência, respeito e confiança. fosse eu um pouco mais cara de pau teria mando o palestrante cagar (lá da minha cadeira, eu não fui chamada ao palco).

• as mídias sociais são uma revolução em termos de formato, de possibilidades, de segmentação, de engajamento e relacionamento com o consumidor, mas algumas coisas não mudam, gente! desde que existe propaganda existe a necessidade de se conhecer o problema do cliente, a sua realidade, suas expectativas, avaliar sua verba, fazer um estudo de mídia, ter um plano de monitoramento e gerenciamento de riscos, etc etc etc. isso podia estar impresso no verso da programação com o alerta "ó, isso não mudou, vamos falar aqui só do que é diferente, ok?" (ops, esqueci, não tinha programação...)

• eu já falei aqui no blog que não tenho nada contra cases. case como ponto de partida para a discussão não é problema algum, mas montar a palestra com base só no portfolio não dá! assistiria feliz demais palestras com uma descrição detalhada do processo de criação e implentação do case, desde o briefing até os resultados, mostrando os problemas encontrados e suas respectivas soluções. como até foi o doritos, mas aí seria mais legal se mostrassem alguns que a gente já não sabe de cor, né? ou que pelo menos tivessem um desafio maior do que gerar buzz sobre um produto que já tem uma legião de fãs.

• teve um que declarou lá no palco: "sobram clientes corajosos mas faltam agências para atendê-los". tive que rir e não fui a única! venha trabalhar com isso em minas gerais, filho, ou indique esse tanto de cliente modelo pras boas agências que temos aqui. pensar fora da caixa-são-paulo também é importante!

• pra não dizer que só falei mal, adorei as apresentações do gustavo fortes e do marcelo tripoli e os painéis sobre busca e sobre widgets. tinha mais gente ali tb que parecia ter bastante conteúdo bom pra passar, mas não soube como, uma pena. dizem que a do cara da tecnisa também foi muito boa, mas como a cerveja foi até de madrugada na véspera, não foi possível pra mim.

• também foram produtivas demais as conversas nos coffee breaks e no buteco de sexta. (apesar de a interação ter sido meio fraca, já que nem nossa tag-de-papel gigante na mesa ajudou a angariar algum desconhecido interessado em network. mas enfim, eu também sou tímida e não posso criticar ninguém por isso...) considerando que as conversas derivaram das palestras, pode-se dizer que analisando a big picture foi um fim de semana que valeu a pena demais.

• eu ainda tenho fé nas pessoas e espero que se alguém da organização ler isso encare como crítica construtiva. entendo que era um desafio e uma novidade, não tenho a receita para um evento de sucesso e estou apenas dando meu feedback. mas nada disso me faria hesitar em ir de novo se (quando) houver uma segunda edição.

• talvez eu lembre mais coisa pra pôr aqui e acrescente depois, mas por enquanto é só pessoal. desculpem mas tô muito cansada pra botar links nos textos, mas dá pra catar muita informação do evento, inclusive as apresentações, no search do twitter.

(• ai, gente, aquela fnac é tudo de ótimo, não? acho que eu poderia ficar lá dentro por semanas!)

update:

• a quem interessar, no site do evento já tem as apresentações, fotos, vídeos e links para posts.

Postado por Clarice, domingo, junho 07, 2009.


_________________________________________________________


Comentários:

Concordei contigo em gênero, numero e grau. Até na parte da Fnac (sou alucinada por aquele lugar). Esperava bem mais do evento!
# posted by Anonymous Patrícia Demitroff : 8 de junho de 2009 10:52
 
Clarice, a programação tá no ar aqui: http://www.socialmediabrasil.com.br/2009/programacao.php - se é que isso ainda te interessa.
# posted by Blogger Juliana : 8 de junho de 2009 17:43
 
Postar um comentário

Voltar para o início


Clarice Maia Scotti - design gráfico & web
Contato: cmscotti@gmail.com