Clarice Maia Scotti

interact 2009

e hoje foi o interact 2009, com o tema criatividade interativa. e teve bom, apesar de não perfeito. as "atrações" se dividiram em dois espaços: o palco principal, comandado pelo cazé, com as palestras anunciadas na programação oficial do site, e o cafofo do luli, montado na boate do hotel e que permitiu uma aproximação bem maior entre palestrantes e público.

segundo o próprio luli, a idéia era reproduzir a experiência de proximidade possibilitada pela internet (tema do evento) em um ambiente físico. não diria que essa reprodução foi bem sucedida, mas o resultado foi bem interessante. o que me ocorreu na hora foi que, na internet, eu tenho várias janelas abertas ao mesmo tempo e posso saber num clique o que acontece em cada uma para escolher em qual delas vou ficar. faltou isso. como a lista das palestras do cafofo não seguiu exatamente a ordem anunciada no folheto, acabei perdendo algumas coisas que me interessavam enquanto estava na outra janela. um telão em cada ambiente avisando o que estava rolando seria bem mais prático do que ficar indo e vindo, e nem seria algo tão complexo assim. fica a dica.

daí que eu tava no salão nobre no início, mas a primeira palestra não empolgou. o tema era até interessante – experiência sensorial e o futuro da interação – mas o tom professoral e acadêmico da palestrante me fez ir logo pro cafofo, onde vi excelentes apresentações do rodrigo bressane, do raphael vasconcellos e do gil giardelli.

depois seria a mesma moça da palestra morna que viria falar, aí voltei pro salão principal. uma amiga comentou que ficou sem graça pela moça, pq todo mundo levantou pra mudar de palestra. eu confesso que achei chato, mas depois pensei: "opa, nós somos o usuário, o conteúdo dela pode ser ótimo, mas se a interação não funciona, a culpa é dela, não nossa!" será que isso tb era parte da tentativa de transpor a experiência da internet para o mundo físico? :-p

enfim, acabou que a palestra sobre acessibilidade veio antes e foi ótima. é bom ver que gigantes também erram. tanto o uol, com sua página #fail só de imagens, quanto o google, o "milionário cego" que não enxerga uma página só de imagens. e, quase contraditoriamente, foi bom ver também que acertar em acessibilidade é mais fácil do que parece. (o palestrante foi o horácio soares, da acesso digital)

antes do almoço, ainda vi no palco maior a palestra do michel lent (cuja apresentação já tá disponível no seu blog). tem gente que reclama de ver cases, mas eu acho que assim, comentado e bem inserido no propósito da palestra, é ótimo. e o lent é um cara que eu leio há tempos e sempre tem coisa interessante pra dizer.

achei uma pena eu não ver o bate papo do almoço, mas eu tb estava faminta. (aliás, custava nada ter um coffebreakzinho no meio da manhã, né?)

a tarde começou com a ótima palestra da suzana apelbaum sobre inovação. "a inovação é importante, mas... nem tudo que é inovador é ducaralho, e nem tudo que é ducaralho é inovador". ("o powerpoint é o flash do redator" foi outra frase ducaralho, apesar de off-topic).

depois foi hora de voltar pro cafofo e pegar metade da apresentação sobre o cumida di buteco. curioso ver um evento que faz parte da minha cidade há 10 anos sob outra ótica, fiquei com dó de não ter visto desde o começo.

na sequência, emerson calegaretti, do myspace, fez outra boa apresentação sobre tendências e aplicativos, e até rolou uma pequena polêmica com o lent sobre a validade dos hotsites. interessante a discussão, pena que o tempo era curto. ia ser bom se houvesse mais intervenções do mesmo nível nas outras palestras. o calegaretti tb falou depois no palco principal, mas eu não vi. mas no twitter dele já tem os links pras duas apresentações.

outra que já está disponível é a do caio, sobre o design centrado do usuário. o tema é excelente, mas além de eu já ter visto o próprio caio falando disso antes, faltou um pouco de estímulo em um evento tão cheio de "inovações" e "ducaralhos".

a palestra da vivianne vilela, do sebrae, sobre empreendedorismo, foi uma bela surpresa. confesso que quando vi na programação não me empolguei muito, mas ela soube segurar muito bem, com histórias bacanas, perguntas, provocações e até bons conselhos como "teve uma idéia? toma uma água, vai dormir. se amanhã a idéia continuar lá aí você começa a pensar nela." pra quem se interessa pelo assunto e quer mais boas dicas, vale uma visita ao blog dela.

finalmente, luli, e o final apoteótico. desde o início eu dizia que não iria embora sem ver o luli e tinha certeza que só a palestra dele valeria o evento todo (só suas intervenções já estavam valendo), e eu não estava errada. vestido de gari, ele nos instigou a pensar sobre quanto lixo consuminos e produzimos ao longo da vida, sobre o quanto nos esforçamos pra nos "encaixar" no sistema sem parar pra questionar e sobre como é possível e libertador e até simples sair desse esquema e fazer algo que realmente valha a pena. fodástico, pertubador e memorável.

(eu quis dar uma de tiete mas tive vergonha de pedir uma foto com ele. mas tirei uma a menos de dois metros dele que ficou garrada no celular pq o bluetooth não quis funcionar.)

enfim, achei o saldo superpositivo. tomara que o social media brasil mantenha o nível. mas pra esse eu não prometo um post tão grande pq depois ou eu vou tá bebendo ou vou tá no busu de volta pra casa. e é mais legal assim, né?, no calor do momento... :-p

Postado por Clarice, sábado, maio 23, 2009.


_________________________________________________________


Comentários:

Olá Clarice, tudo bom?

Confesso que fiquei feliz por ter me tornado uma "bela surpresa", não sei bem o que é isso (rs), mas percebi que o que disse foi útil.
Confesso que gosto de compartilhar histórias e alguns aprendizados por isso criei o Beco com Saída para compartilhar um pouco do que é fazer empreendedorismo neste país. Volte outras vezes ao Beco.

Abraço

Vivianne
# posted by Anonymous Vivianne Vilela : 26 de maio de 2009 14:18
 
Postar um comentário

Voltar para o início


Clarice Maia Scotti - design gráfico & web
Contato: cmscotti@gmail.com